Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente impulsiona produção de café e abre novas oportunidades de negócio para os agricultores de Triunfo

A Prefeitura de Triunfo, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, realizou no início do mês de julho uma reunião com empresários, consultores e membros do governo municipal para tratar do desenvolvimento econômico e a comercialização da produção cafeeira no Estado de Pernambuco.

De acordo o secretário de agricultura, Romério Pereira, o objetivo da reunião foi encontrar soluções para a produção, comércio e distribuição do café triunfense – “Reunimo-nos na prefeitura com Flávio Duarte, representantes do Sebrae, empresário da Cafeteria Kaffe do Recife e membros do governo para  tratamos sobre formas de melhorar a produção cafeeira e impulsionar o desenvolvimento da agricultura familiar”, disse o secretário.

Na ocasião, a unidade do Sebrae de Serra Talhada colocou-se a disposição para prestar consultoria, ofertar cursos de qualificação e organizar a produção agriculturável da cidade. “Depois da reunião, promovemos um workshop no dia 20 de julhocom os agricultores, onde ensinamos técnicas de plantio, colheita e seleção de grãos para valorizar o produto no mercado. Desta forma, instruímos os agricultores a produzir um café sustentável e de qualidade”, explica Romério Pereira.

O secretário de agricultura, ainda, visitou a propriedade da agricultora Edna Nayrá, localizada na zona rural (no Sítio Perí-Perí), onde apresentou o potencial do município para produção de grãos de café. “Nesta visita técnica mostramos a qualidade e o nível de produção de café da cidade. Para ajudar no incremento dessa produção, nossa gestão vai construir um terreiro de secagem suspenso para melhorar ainda mais a qualidade do café, atendendo, assim, os padrões de produção”, pontua.

O secretário Romério Pereira, também, adiantou que os agricultores de Triunfo terão a oportunidade de participar da Agrinordeste (Feira de Agronegócio do Nordeste), no período de 25 a 27 de agosto, no Centro de Convenções de Olinda. “Nesse próximo mês os agricultores poderão expor vários produtos da nossa terra, tais como: rapadura, açúcar, mascavo, licores, geleias, cachaça, mel, entre outros”, concluiu.